Na onda do iê-iê-iê

 

NA ONDA DO IÊ-IÊ-IÊ (1966)

 

Renato Aragão e Dedé Santana

   

Atuações especiais: Sílvio César (como César Silva), Valentina Godoy (como Mônica), José Augusto Branco (como Mílton Carlos) e Mário Lago. 

   

Atrações musicais: Rosemary, Wanderley Cardoso, Wilson Simonal e The Brazilian Beatles.

 

Sinopse: Didi e Maloca ajudam o amigo César Silva a se tornar um famoso cantor. Ele conhece Mônica, filha do dono de uma gravadora que pretende lhe ajudar nas gravações de suas músicas. No entanto, Mílton Carlos é apaixonado pela moça - e pelo dinheiro dela também! - e interfirá nos planos de César. 

Ficha técnica:

- Direção: Aurélio Teixeira.

- Produção: J.B. Produções Cinematográficas.

- Elenco: Renato Aragao, Dedé Santana, Sílvio César, Valentina Godoy, José Augusto Branco, Mário Lago, Mário Petraglia, Carla Miranda, Leila Lopes, Ricardo Luna, Catulo de Paula, Fred Bueno, Ângelo Antônio, Lourdes Ribeiro, Frederico Chile, Afonso Carlos, Antonio Motta. Participações especiais: Chacrinha e Wilton Franco. Atrações musicais: Wanderley Cardoso, Rosemary, Wilson Simonal, Os Vips, The Brazilian Beatles, Renato e seus Blue Caps, Clara Nunes, The Fevers, Ed Lincoln e seu Conjunto, Conjunto Castelinho, As Gatinhas.

- Diretor de produção: Fred Bueno.

- Assistente de direção: Braz Chediak.

- Assistente de produção: Acyr Castro.

- Assistente de montagem: Lúcia Erita.

- Contra-regra: Vínicius Silva.

- Maquilador: Luiz Abreu.

- Eletricista: José de Almeida (Zezé).

- Assistente de câmeras: Jorge Rodrigues.

- Sonorização e mixagem: Produtora Herbert Richers.

- Técnico de som: Aloísio Vianna.

- Revelação e cópias: Líder Cinematográfica.

Agradecemos: TV Excelsior e Buates Le Bateau, Katacomby e Balalaika.

- Argumento e cenarização: Jarbas Barbosa, Aurélio Teixeira, Renato Aragão e Braz Chadiak.

- Música: Remo Usai.

- Montagem: Raphael Valverde.

- Coordenador de produção: Raimundo Higino.

- Produtores associados: Arnaldo Zonari e Aurélio Teixeira.

- Fotografia e câmera: José Rosa.

Uma produção de Jarbas Barbosa.

- Duração: 111 min

 

Público: ?

 

Curiosidades:

- Primeiro filme com a dupla Renato Aragão e Dedé Santana.

- Em 1966, surgia o programa de televisão Adoráveis Trapalhões, na TV Excelsior (Não é de se estranhar que algumas cenas deste filme foram gravadas nesta emissora!). O grupo que viria a se consolidar mais tarde com o nome Os Trapalhões já se iniciava, portanto, na TV e, por causa disso, este site considera a produção Na onda do iê-iê-iê como o primeiro filme do grupo, uma vez também que ela possui no elenco os atores Renato Aragão e Dedé Santana.

- Primeiro e único filme da dupla gravado em preto e branco.

- Renato Aragão interpreta neste filme seu clássico personagem Didi. Já Dedé Santana interpreta Maloca, personagem com o qual ganhou fama ao lado do irmão Dino Santana que atuava como Bonitão.

- Participação especial de Abelardo Barbosa, o Chacrinha, com o seu programa de auditório e calouros A hora da buzina.

- Pode se dizer que 80% do filme é composto por atrações musicais. Explorou-se em excesso os artistas do momento - no caso, os cantores da Jovem Guarda e do iê-iê-iê. O roteiro e a história se perdem com os inúmeros e desnecessários cantores na trama. Isso transforma a produção em cansativa e chata, com referência aos padrões do público do século XXI. 

- Nos créditos iniciais, o nome de Dedé Santana está equivocadamente acentuado duas vezes.

- Durante uma cena do filme, Sílvio César está ao telefone e ao lado dele há um cartaz publicitário com o nome de Renato Aragão em um show de humor intitulado A casa 2. O cartaz fala em comediantes, porém não é possível ver o nome do outro humorista.


Banner de divulgação (Tamanho 468x63)


© Copyright - Página feita no Brasil - Desde 15 de dezembro de 2008

Melhor visualização em telas de 1280x768