Aberturas

 

Todas as aberturas do programa Os Trapalhões, de 1977 até os anos 1990. Em todas elas se ouvia a famosa música - às vezes em ritmos diferentes. Ao todo, foram seis aberturas para o programa. Também foi possível ver uma abertura para as reprises ("Festival Os Trapalhões") e uma outra utilizada só em Portugal para o programa Os Trapalhões em Portugal com as presenças de Renato Aragão, Dedé Santana, Roberto Guilherme e atores portugueses.

ABERTURA DE 1977

Esta é a primeira abertura do programa "Os Trapalhões". Apareceu pela primeira vez em 1977.

É uma abertura com desenhos do grupo onde acontecem duas memoráveis cenas:

1ª: Didi está de capacete ao lado de um Fórmula I e aparece pedalando um velocípede ao invés do carro;

2ª: Didi abre a porta de um estábulo onde dentro fica a impressão de que há uma mulher balançando os seios e o ventre. Porém, quando ele abre a porta aparece uma vaca e montados nela estão Dedé e Zacarias, enquanto Mussum a segura pelo rabo.

E nos créditos aparecem os nomes das pessoas que, por trás das câmeras, fizeram o sucesso do programa: Adriano Stuart, Augusto César Vanucci, Mário Wilson e Carlos Alberto de Nóbrega (Este último aparecia também atuando em alguns quadros). Nos anos 1980, Renato Aragão entraria na redação do programa.

O criador desta abertura foi Joaquim Egydio de Trez Rios, mais conhecido como Joaquim 3 Rios. Foi um dos pioneiros da animação na televisão brasileira. No site Vimeo.com há um canal dedicado a ele (Clique aqui para ver o canal) onde é possível ver várias produções suas. No banner inicial, a imagem desta abertura dos Trapalhões onde percebi que ele era o autor dela e não Hans Donner como eu imaginava.

UPDATE: O erro de pensar que esta abertura foi concebida por Hans Donner é repetido por muitos, inclusive pelo site Memória Globo (Mesmo após reformulação - o site foi relançado em 2013 - continua com a informação equivocada).

   

  

  

   

Assista abaixo ao vídeo desta abertura

ABERTURA DE 1984

Segunda abertura do programa que apareceu em 1984. É talvez uma das melhores e mais lembradas. O criador dela foi Hans Donner, quem também é designer de várias vinhetas e aberturas de programas da TV Globo até hoje.

Inicialmente, todas as cenas foram filmadas e, em seguida, transformadas em desenho e aplicados os efeitos especiais. Segundo Renato Aragão, só a cena onde Didi faz uma "bicicleta" com uma bola de ferro usada pelos presidiários dos Estados Unidos foi gravada umas 15 vezes!

  

 Cena 01: Didi foge de um esqueleto de boi na seca nordestina.

  

Cena 02: Dedé fica encantado com uma mulher de biquini e acaba colocando muita gasolina no tanque do carro de um cliente.

  

Cena 03: Mussum está pescando, mas, ao levantar a vara de pescar, retira o tampão do lago.

  

Cena 04: Zacarias tenta caçar um pássaro e termina levando uma ovada na cara.

  

Cena 05: Didi foge da prisão dando "bicicleta" na bola de ferro presa em seu pé.

Assista abaixo ao vídeo desta abertura

ABERTURA DE 1990

É uma abertura em que as letras do nome "Os Trapalhões " brincam e fazem algumas travessuras até que no final se juntam para formar o nome do programa. Foi uma abertura muito simples se comparada às outras já feitas. Talvez isso se deva ao fato de que não quiseram colocar imagens do grupo, pois se tratava dos primeiros programas gravados sem a presença de Zacarias, que faleceu em 1990.

Assista abaixo ao vídeo desta abertura

ABERTURA DE 1992

Essa é a primeira abertura que aparece só o trio Didi, Dedé e Mussum. Surgiu no ano de 1992. A exemplo da segunda abertura, esta foi primeiro gravada e, depois, em estúdio, aplicados os efeitos de desenho.

A sequência de cenas é semelhante à segunda abertura: Mussum interpreta um guarda de trânsito; Dedé é um tocador de flauta que faz sair da cesta uma linda mulher; Didi é um domador de elefantes; e no final os três aparecem juntos.

 

  

  

  

Assista abaixo ao vídeo desta abertura

ABERTURA DE 1993

Quinta abertura do programa e segunda em que aparece só o trio Didi, Dedé e Mussum. Surgiu no ano de 1993. O especial dessa abertura é que não há mais os efeitos de desenho como nas anteriores. Aqui, o trio surge como bonecos de marionete que são controlados pelos próprios atores: Renato Aragão, Manfried/Dedé Santana e Antonio Carlos/Mussum. E no final, o famoso gesto de Didi.

Ao contrário do que eu pensava, esta é que a abertura de 1993 e não a seguinte.

Parte dessa abertura, no entanto, teve o final mesclado com o início da seguinte. E mais: não apareciam os créditos (Nomes dos atores, diretor geral etc.). Na realidade, ela foi usada como abertura (curta) das reprises. Veja essa outra versão clicando aqui.

 

   

Imagens da abertura de 1993 foram obtidas através do vídeo de Diego Munhoz no canal Os Trapalhões Tube.

ABERTURA DE 1995

Abertura de 1995 onde há a presença só dos atores Renato Aragão e Dedé Santana. Era, na verdade, uma compilação de quase todas as aberturas anteriores. Uma curiosidade é que aparecia nela imagens com Mussum e Zacarias. Outra curiosidade é que a direção geral do programa estava nas mãos de Paulo Aragão, irmão de Renato Aragão.

ABERTURA DO "FESTIVAL OS TRAPALHÕES"

Depois da morte de Mussum, a TV Globo criou o Festival Os Trapalhões, uma espécie de reprise de quadros gravados de 1977 até os anos 1990. A abertura era semelhante à anterior. A diferença é que era mais curta e aparecia no final o nome Festival em cima do nome Os Trapalhões.

ABERTURA DE "OS TRAPALHÕES EM PORTUGAL"

Esta abertura foi feita em Portugal, pela emissora portuguesa Sociedade Independente de Comunicação (SIC) para o programa Os Trapalhões em Portugal. Nele estavam os atores Renato Aragão, Dedé Santana e Roberto Guilherme. Fechavam o elenco do grupo alguns atores de Portugal. O programa durou de 1995 até 1997. 

A abertura iniciava com Pedro Álvares Cabral indo em direção ao Brasil. No caminho, um avião verde-amarelo com o nome "Os Trapalhões" vai na direção contrária, ou seja, para Portugal.

   

Cenas da abertura de "Os Trapalhões em Portugal"


Banner de divulgação (Tamanho 468x63)


© Copyright - Página feita no Brasil - Desde 15 de dezembro de 2008

Melhor visualização em telas de 1280x768